Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1988
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFerrão, Bruna Silva-
dc.date.accessioned2021-08-11T16:59:12Z-
dc.date.available2021-08-11T16:59:12Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.citationFERRÃO, B. S. Prevalência de insatisfação e/ou distorção de imagem corporal em adolescentes do ensino médio de uma escola pública do município de Camaquã/RS. 2021. 26 f. Trabalho de Conclusão (graduação em Nutrição) - Universidade La Salle, Canoas, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1988. Acesso em: 11 ago. 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11690/1988-
dc.description.abstractJunto ao interesse de fazer parte da representatividade de beleza, os adolescentes traçam objetivos buscando se adequar às exigências da sociedade, repercutidas principalmente pela mídia. Sabe-se que o excesso de peso durante a adolescência é um dos principais gatilhos para o desenvolvimento de insatisfação com a própria imagem e, por consequência, de distorção da imagem corporal, configurando um dos primeiros sinais de transtornos alimentares. Assim, o presente estudo teve como premissa avaliar a existência de insatisfação corporal e/ou de distorção de imagem corporal entre adolescentes estudantes do ensino médio de uma escola pública do município de Camaquã, no Rio Grande do Sul, a fim de informar e alertar os pais ou responsáveis e a sociedade para o problema. A metodologia utilizada foi um estudo transversal e quantitativo. Os participantes desta pesquisa foram 91 adolescentes estudantes de ensino médio de uma escola pública com idades entre 13 e 17 anos. A coleta de dados foi realizada uma avaliação por meio de um questionário online e foi utilizada a escala proposta de Stunkard para analisar a percepção corporal em cento e vinte adolescentes com idade entre 13 e 17 anos, sendo 67 do sexo feminino e 24 do sexo masculino. Os resultados demonstraram que a maioria dos adolescentes apresentou estado de eutrofia segundo as curvas de IMC para idade da Organização Mundial da Saúde (OMS). A distorção da imagem corporal ocorreu em 53,8,3% de adolescentes do sexo feminino e 16,7% do sexo masculino.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade La Sallept_BR
dc.rightsClosed Accessen
dc.subjectimagem corporalpt_BR
dc.subjectadolescentespt_BR
dc.subjectdistorção corporalpt_BR
dc.titlePrevalência de insatisfação e/ou distorção de imagem corporal em adolescentes do ensino médio de uma escola pública do município de Camaquã/RSpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusãopt_BR
dc.contributor.advisorAraujo, Carina dept_BR
dc.degree.localCanoas, RSpt_BR
dc.degree.graduationNutriçãopt_BR
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Graduação (Nutrição)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bsferrao.pdf
  Until 2070-01-01
Closed Access604.98 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.