Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/2541
Authors: Souza, Patrícia Coelho Motta de
Silva, Lidiane dos Santos
Lautert, Juliano
Vargas, Camila dos Santos de
Title: O impacto dos benefícios fiscais do ICMS no estado do Rio Grande do Sul, sobre o preço da farinha de trigo ao consumidor final [capitulo de livro]
Keywords: ICMS;Rio Grande do Sul;Benefícios fiscais;Consumidor Final
Issue Date: 2021
Publisher: VirtualBooks
Citation: VARGAS, C. S.; SILVA, L. D. S.; SOUZA, P. C. M.; LAUTERT, J. O impacto dos benefícios fiscais do ICMS no estado do Rio Grande do Sul, sobre o preço da farinha de trigo ao consumidor final. In: SOUZA, P. C. M.; SILVA, L. D. S. Pesquisa sobre contabilidade, ética, finanças, análise, perícia e outros assuntos. Pará de Minas, MG: Virtual Books Editora, 2021. p.199-215. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2541. Acesso em: 17 fev. 2022.
Abstract: O presente artigo tem como objetivo analisar os benefícios fiscais do ICMS e seu impacto no preço final pago pelo consumidor final, simulando uma possível extinção de tais benefícios no produto classificado como item de cesta básica farinha no estado do Rio Grande do Sul. O governo fornece benefícios fiscais como uma forma de atrair investidores para desenvolver a economia local e para reduzir a desigualdade social. Os benefícios fiscais concedidos pelo governo para esse produto são o diferimento, a base reduzida e o crédito presumido. O trabalho foi desenvolvido através de método de pesquisa objetiva exploratória bibliográfica, conforme legislação vigente no estado do Rio Grande do sul. Relatando e conceituando todos os benefícios fiscais incidentes no produto farinha concedidos pelo estado do Rio Grande do Sul. Foi exemplificado através de cálculos o impacto de tais benefícios no preço pago pelo consumidor final. Os resultados foram analisados e conclusivos, apresentando um aumento do preço no caso de extinção dos benefícios no preço final do produto e o aumento no custo para a indústria. Desta forma, a extinção do benefício traria um aumento na carga tributária do ICMS e um aumento na arrecadação do imposto ICMS para o Estado do Rio Grande do Sul.
Appears in Collections:Capítulo de Livro (Gestão Comercial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
pcmsouza.pdf
  Restricted Access
Closed Access761.87 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.