Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/567
Authors: Souza Filho, Esdras Pereira de
Title: Estudo do cenário socioambiental de atividade de mineração a partir de informações públicas. Estudo de caso: Município de Bandeirantes do Tocantins – TO
Keywords: Avaliação;Mineração;Impactos ambientais;Economia;Produção;Meio Ambiente;Qualidade Ambiental
Issue Date: 2015
Publisher: Centro Universitário Unilasalle
Citation: SOUZA FILHO, Esdras Pereira de. Estudo do cenário socioambiental de atividade de mineração a partir de informações públicas: estudo de caso município de Bandeirantes do Tocantins-TO. 2015. 134 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Impactos Ambientais) - Centro Universitário La Salle, Canoas, 2015 Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/567. Acesso em: 19 jul. 2016.
Abstract: O Estado do Tocantins é uma das regiões de maior desenvolvimento do país. A localização estratégica, bem como a implantação de infraestruturas de transporte, como a rodovia norte-sul, e a consolidação do estado como uma nova fronteira agrícola, tem atraído investimentos dos diversos segmentos da economia brasileira, o que tem implicado no aumento da demanda em serviços e insumos utilizados principalmente nos setores agropecuário, extrativismo mineral e construção civil. Dentre estes, a extração mineral se destaca como um dos setores que mais cresceu no Estado, fornecendo substâncias minerais industriais (calcário industrial e agrícola, gipsita, rocha fosfática e quartzo), tanto para o Estado do Tocantins, como para o Brasil. Esse crescimento econômico tem implicado na abertura de novas lavras, para suprir estas demandas, afetando o ambiente natural e social, promovendo desde alterações geomorfológicas a novos cenários sociais. A instalação destes empreendimentos culmina na monopolização da economia local, consequentemente, migração de mão de obra de setores produtivos primários, bem como implicações na qualidade ambiental. Este é o caso de Bandeirantes do Tocantins– TO, grande produtor de calcário. O estudo das interações dos impactos ambientais, em escala municipal é necessário para potencializar benefícios e minorar impactos. A pesquisa compreendeu três etapas: 1) O estudo de parâmetros macroeconômicos para conhecer a dimensão e importância da mineração no município estudado e este em nível nacional. 2) A identificação de impactos no ambiente natural através da observação e coleta de materiais minerais, de solo e água na área de influência direta da mineração. 3) Análises de dados econômicos e gerenciais do Município e entrevistas com seus gestores públicos e sociais. O estudo revelou que há um considerável grau de dependência socioeconômica do município em relação a mineração, e que os impactos socioambientais da mineração do município de Bandeirantes do Tocantins, vão muito além das fronteiras do município, e tendem a interferências externas, sobretudo de caráter socioeconômico, necessitando de uma melhor intervenção quanto aos aspectos ambientais, e promoção de medidas que propiciem a manutenção da qualidade ambiental e saúde humana.
metadata.dc.contributor.advisor: Kautzmann, Rubens Muller
Appears in Collections:Dissertação (PPGAIA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
epsouzafilho.pdf4.35 MBpdfView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.