Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/675
Authors: Aurélio, Silvia Olinda Soares
Title: Análise da fragmentação florestal na área de Influência do empreendimento de implantação da BR-392/RS
Keywords: Empreendimentos rodoviários;Fragmentação florestal;Ecologia de paisagem
Issue Date: 2016
Publisher: Centro Universitário La Salle
Citation: AURÉLIO, Silvia Olinda Soares. Análise da fragmentação florestal na área de influência do empreendimento de implantação da BR-392/RS. 2016. 68 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Impactos Ambientais) - Centro Universitário La Salle, Canoas, 2016 Disponível em: http://repositorio.unilasalle.edu.br/handle/11690/675. Acesso em: 19 jul. 2016.
Abstract: Empreendimentos rodoviários estão entre os maiores responsáveis pelo incremento da fragmentação florestal, resultando em barreiras à mobilidade de indivíduos de espécies selvagens. Conhecer a realidade dos locais de implantação destes empreendimentos para traçar estratégias de minimização de impactos e recuperação ambiental torna-se fundamental. Neste sentido o objetivo deste estudo foi analisar a fragmentação florestal na área de entorno do empreendimento de implantação da BR-392 com 245 km de extensão, entre os municípios de Santa Maria e Santo Ângelo no Rio Grande do Sul. O mapeamento foi realizado sobre imagens de satélite Landsat-8, por meio de digitalização dos remanescentes florestais utilizando o software ArcGis 9.3. Para as análises de métricas da paisagem foi utilizada a extensão V-Late e para analise da conectividade funcional da paisagem foi utilizado o software Conefor Sensinode. Quantificou-se 2.176 fragmentos florestais, correspondendo a 15,87% da área de estudo de 240.324 ha. Destes, 124 são diretamente impactados pelo traçado do empreendimento. A Classe de tamanho F1 (< 5,0 ha) apresentou maior quantidade de fragmentos. A Classe F3 (> 50,0 ha) apresentou maior área de cobertura florestal. De acordo com os resultados obtidos através das métricas, observou-se que a área encontra-se bastante fragmentada e os fragmentos pequenos foram considerados de extrema importância por representarem pontos de ligação entre a paisagem, intermediando as interações entre fragmentos de áreas maiores. Os valores do Índice Integral de Conectividade (IIC) variaram de 0 a 24, sendo obtida média de 0,098 para a área de estudo, mostrando o predomínio de baixa conectividade entre as manchas de vegetação. O IIC evidenciou a importância da realização de trabalhos de restauração de áreas degradadas como tentativa de melhoria na rede de conectividade na região estudada.
metadata.dc.contributor.advisor: Bordignon, Sérgio Augusto Loreto de
Appears in Collections:Dissertação (PPGAIA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sosaurelio.pdf1.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.