Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/891
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorViana Filho, Rubens Clairpt_BR
dc.date.accessioned2018-08-07T18:11:35Z-
dc.date.available2018-08-07T18:11:35Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11690/891-
dc.description.abstractA presente dissertação, exposta em formato de artigos científicos, tem por objeto a atividade de extensão da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), denominada Projeto Unimúsica. O Projeto Unimúsica teve início em 1981 e se mantém ativo. Para esta dissertação será analisado o período 1981 a 2016. O objetivo é o de estudar o Projeto Unimúsica desenvolvido pela UFRGS sob as perspectivas da memória organizacional, da reprodutibilidade técnica e da memória dos músicos, bem como apresentar um álbum memorial sobre o projeto. A presente dissertação é dividida em três partes: depois da introdução, a segunda parte contém três artigos que analisam o Projeto Unimúsica sobre diferentes perspectivas e a terceira parte apresenta a estrutura do álbum memorial que serve como um produto técnico. Em seguida as considerações finais são tecidas a respeito dos principais achados nos artigos e no produto final: (1) uma lacuna sobre registros que possam ter significado a respeito da memória organizacional do Projeto Unimúsica foi identificada, podendo ter efeitos sobre aprendizagem organizacional e a tomada de decisões, fazendo com que os trabalhadores dediquem-se a projetos e usem de bricolagem em meio a um contexto burocrático, ao mesmo tempo em que há um público fidelizado de, em média, 8500 expectadores ao ano; (2) sobre reprodutibilidade técnica pode-se identificar a existência de um “aqui e agora da obra de arte” no início do Projeto Unimúsica, mas na atualidade a tecnologia e sua reprodutibilidade digital não permitem mais as pessoas verem com detalhes a arte com distinções de valores, no entanto ela não retira a importância dos valores originais da obra da arte, apontados por Benjamin (1955), e, hoje, sob muitos aspectos, agrega-se a ela; (3) a análise de alguns registros fotográficos de shows do Unimúsica em relação à memória coletiva dos músicos mostra que artista e sua partitura podem ser considerados como um todo, que exploram a própria emotividade e sensibilidade, resultando numa música interpretada à sua maneira e no aqui e agora, tal como um "demônio invisível" que os músicos conseguem prender e dominar, evidenciado nas emoções da plateia e (4) o projeto técnico do mestrado intitulado ‘Álbum Memorial do Projeto Unimúsica da UFRGS (1981-2016)’, no qual se descobriu, que foram realizados 261 eventos musicais denominados shows, 11 recitais, 13 espetáculos, 3 concertos, 2 apresentações e 1 festival, totalizando 291 apresentações em seus 35 anos de existência (1981-2016).pt_BR
dc.description.abstractThe present dissertation revolves around the “Unimúsica Project”, allocated within the Pro-Rectory of Extension of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS). The Unimúsica Project began in 1981 and remains active to this date. This dissertation comprises the period from 1981 to 2016, and aims to study such project under the perspectives of organizational memory, technical reproducibility and memory of the musicians in the vision of Halbwachs, as well as to present a memorial album on the project. The text is thus divided into three parts: after the introduction, the second part contains three articles that have analyzed the aforementioned project through different perspectives. Finally, the third presents the structure of the memorial album that serves as a technical product. Next, considerations related to the article's’ main findings and final product are drawn: (1) a gap has been identified in terms of meaningful records related to the Unimúsica Project’s organizational memory. These may have effects on organizational learning and decision-making, causing workers to work by projects and rely on “do-ityourself” practices amidst a Bureaucratic context, whereas there is evidence of a loyal public (some 8500 spectators per year); (2) when it comes to technical reproducibility, one can identify the existence of a "here and now related to the work of art" at the beginning of the Unimúsica Project, though technology and its digital reproducibility currently do not allow people to more closely see art with distinctions of values. Still, it does not detract from the importance of the original values of the work of art, as pointed out by Benjamin (1955) - in fact technology adds up to it under several aspects; (3) some photographic records of gigs hosted by the Unimúsica Project have been analysed in terms of musicians’ collective memory. It is suggested that the artist and their score can be considered as a whole, which explores their own emotiveness and sensitivity, resulting in music interpreted their own way in the “here and now” logic, seen as an "invisible demon" the musicians can trap and dominate, made clear in the audience’s emotions; and (4) the Master degree’s technical project entitled "Memorial Album of the UFRGS’ Unimúsica Project (1981-2016)", through which it has been found that there were 261 musical events named gigs, 11 recitals, 13 shows, 3 concerts and 2 festivals, amounting to 291 presentations in its 35 years of existence (1981-2016).pt_US
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherCentro Universitário La Sallept_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMemóriapt_BR
dc.subjectMemória organizacionalpt_BR
dc.subjectMemória coletivapt_BR
dc.subjectProjeto Unimúsicapt_BR
dc.subjectUFRGSpt_BR
dc.titleMemória organizacional, memória dos músicos e reprodutibilidade técnica no projeto Unimúsica da UFRGSpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.contributor.advisorBorges, Maria de Lourdespt_BR
dc.degree.localCanoas/RSpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Memória Social e Bens Culturais (PPGMSBC)pt_BR
Appears in Collections:Dissertação (PPGMSBC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
vianafilho.pdf25.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.