Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/1654
Autor(es): Louzada, Ângelo Henrique
Título: Análise de indicadores e recursos públicos aplicados em uma unidade de saúde mental de um hospital geral da região metropolitana de Porto Alegre – RS
Palavras-chave: Gestão;Custos;Indicadores;Saúde;Mental
Data do documento: 2020
Editor: Universidade La Salle
Citação: LOUZADA, Ângelo Henrique. Análise de indicadores e recursos públicos aplicados em uma unidade de saúde mental de um hospital geral da região metropolitana de Porto Alegre – RS. 2020. 60 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Desenvolvimento Humano) – Universidade La Salle, Canoas, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1654. Acesso em: 25 mai. 2021
Resumo: Em novembro de 2020, o hospital municipal de Novo Hamburgo/Rio Grande do Sul (RS)completará 73 anos de existência. Em 1947, quando iniciou suas atividades, o espaço contava com 20 leitos para atender a população. Atualmente, possui 266 leitos, sendo que dez são destinados à saúde mental, tema central deste estudo. Uma vez que o hospital é referência para atendimentos na região, faz-se necessária a gestão de custos hospitalar, tendo em vista, a crescente demanda na área da saúde mental. Esta pesquisa analisou indicadores assistenciais de uma unidade de saúde mental e sua forma de gestão de recurso repassados dos entes da federação, com o objetivo de melhorar a forma de gerenciamento e de análise dos indicadores, possibilitando intervenções e tomada de decisões baseadas em evidências. Uma das contribuições deste estudo foi a retomada dos registros e dados para uma análise detalhada pela coordenação. Em relação aos repasses Estaduais e Federais, outra contribuição foi à proposta de habilitar novos leitos psiquiátricos. Neste sentido, foi desenvolvido um produto técnico que pode contribuir na estruturação e organização estratégica, visando à proposta de retomada da habilitação de novos leitos para a saúde mental. O produto técnico foi baseado nas ferramentas gerenciais dos 5W2H e matriz SWOT, para levantar os dados estratégicos necessários, para habilitar novos leitos junto ao Ministério da Saúde (MS). Este estudo reuniu informações obtidas dos registros feitos no sistema de gerenciamento dos pacientes na unidade de saúde mental do Hospital Municipal de Novo Hamburgo. Aplicou-se o método ecológico, pois se adapta à realidade da pesquisa, uma vez que se trata de um estudo observacional, com informações obtidas em nível agregado de uma determinada população ou grupo de pessoas, neste caso a saúde mental e seu centro de custo específico. Esta pesquisa propiciou uma visão sistêmica sobre os custos que norteiam a saúde mental e a forma de buscar recursos para o atendimento da demanda na região. Portanto, os repasses dos governos federais e estaduais podem ser conquistados com a apresentação e a submissão do projeto técnico, fundamentadas em cálculo de custos operacionais e de equipes, bem como da estrutura mínima exigida de acordo com os critérios do MS.
Descrição: O Objetivo geral deste estudo é analisar recursos aplicados na unidade de saúde mental em um Hospital Geral da região metropolitana de POA, usando os indicadores assistenciais, comparando e analisando-os com as informações disponíveis nas bases de dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS) e do Software de Gestão Hospitalar (G-HOSP)em relação à instituição estudada.
Orientador(es): Monticelli, Jefferson Marlon
Aparece nas coleções:Dissertação (PPGSDH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ahlouzada.pdfOpen Access1.07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.