Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/2361
Autor(es): Zarembski, Maria Gabriela de Lima
Título: E-book: cozinha vegetariana em todas estações do ano
Palavras-chave: Vegetarianismo;Saudável;Sazonalidade
Data do documento: 2021
Editor: Universidade La Salle
Citação: ZAREMBSKI, M. G. L. E-book: cozinha vegetariana em todas estações do ano. 2021. 25 f. Trabalho de Conclusão (graduação em Nutrição) - Universidade La Salle, Canoas, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2361. Acesso em: 12 jan. 2022.
Resumo: Observando o cenário atual é possível notar que as pessoas estão buscando um estilo de vida cada vez mais saudável e sustentável, incluindo esse objetivo também nos padrões alimentares. Indivíduos com mais de 18 anos, 10% dos homens brasileiros e 9% das mulheres se declararam vegetarianos, sendo que alguns dos motivadores que levam a escolha de um cardápio vegetariano são questões de ética, crenças religiosas, familiares e filosofia de vida (SLYWITCH, E. 2012). Segundo dados da Inteligência em Pesquisa e Consultoria (IPEC) em pesquisas mais recentes (fevereiro de 2021) , foram apontados que um terço dos brasileiros já escolhe opções veganas nos cardápios de restaurantes e lanchonetes. Além disso, 46% dos brasileiros já deixaram de comer carne, por escolha própria, pelo menos uma vez por semana. O vegetarianismo é uma escolha alimentar na qual se exclui todos os tipos de alimentos de origem animal da alimentação. (Silva, et al, 2015). Com um bom planejamento é possível que o vegetarianismo seja incluído em qualquer fase da vida, seja na infância, adolescência, pessoas em idade adulta e até idosos, inclusive por gestantes e lactantes, sempre lembrando que o ideal é ter um acompanhamento de exames clínicos e com a orientação de um profissional da nutrição (SLYWITCH, 2012). É reconhecido pela sociedade vegetariana brasileira (SVB), variações alimentares, entre elas estão o ovolactovegetarianismo, o lactovegetarianismo, o ovovegetarianismo, o vegetarianismo estrito, a alimentação Plant based e o veganismo (SLYWITCH, E. 2018). Ovolactovegetarianismo: Ovos e laticínios são utilizados nessa alimentação Lactovegetarianismo: Dieta alimentar que inclui o uso de leite e derivados Ovovegetarianismo: Alimentação que inclui o uso de ovos Vegetarianismo estrito: Não há consumo de nenhum alimento de origem animal, que é o tipo de alimentação mais recomendado pela SBV. Alimentação Plant based se refere a um tipo de dieta que é focado em alimentos apenas de origem vegetal e integral, que tem como objetivo uma alimentação com baixo teor de gordura e uma quantidade alta de fibras. Também há o Veganismo que é definido pela Vegan Society como um modo de vida (escolha), que se esforça para excluir todas as formas de exploração e 7 crueldade animal, sendo na alimentação, vestuário e em todas as áreas de consumo (Pazzini, 2014). Segundo as linhas de orientação para uma alimentação vegetariana saudável do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (Silva, et al, 2015) a adoção de uma dieta vegetariana apresenta resultados muito benéficos em relação a redução de problemas de saúde como doenças oncológicas, cardiovasculares, hiperlipidemias, hipertensão, diabetes e tem alta relação com o aumento da longevidade. O objetivo principal é construir um livro eletrônico que aborda o vegetarianismo e a sazonalidade, potencializando o consumo dos alimentos no melhor período de comercialização.
Orientador(es): Amaro, Francisco Stefani
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Graduação (Nutrição)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
mglzarembski.pdf
  Restricted Access
Closed Access646.65 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.