Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/2489
Autor(es): Carlos, Paula Pinhal de
Torres, Ana Carolina Tavares
Título: A mulher e sua representação constitucional
Palavras-chave: Assembleia nacional constituinte;Movimento feminista;Lobby do batom;Espaço de poder
Data do documento: 2018
Editor: CONPEDI
Citação: TORRES, A. C. T. ; CARLOS, P. P. A mulher e sua representação constitucional. In: CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI, 27., 2018, Porto Alegre. Anais... Florianópolis: CONPEDI, 2018. p. 99-117. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2489. Acesso em: 03 dez. 2021
Resumo: Na ininterrupta busca por direitos, as mulheres têm se organizado em busca de ocupação de espaços públicos de poder. Com o intuito de mudar o panorama imposto, um grupo de mulheres posicionou-se como representante da população feminina na Assembleia Nacional Constituinte de 1988 formada para a construção da Carta Magna brasileira: o denominado “Lobby do Batom”, o que repercutiu em medidas que estão sendo implantadas (ou não) e na construção de um Estado com uma democracia mais justa e igualitária.
Aparece nas coleções:Apresentação em Eventos (Marketing)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ppcarlos.pdfOpen Access445.44 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.