Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/2582
Authors: Silva, Marlova Gross da
Title: O impacto do mal-estar docente no protagonismo do professor
Keywords: Educação;Formação de professores;Prática docente;Profissionalismo docente;Bem-estar
Issue Date: 2021
Publisher: Universidade La Salle
Citation: SILVA, M. G. O impacto do mal-estar docente no protagonismo do professor. 2021. 119 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade La Salle, Canoas, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2582. Acesso em: 02 mer. 2022.
Abstract: A presente dissertação se insere na linha de pesquisa 1 – Formação de Professores, Teorias e Práticas Educativas – do Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado Acadêmico, da Universidade La Salle (Unilasalle) e está vinculada ao Grupo de Pesquisa em Educação Intercultural (GPEI). O objetivo deste estudo centrou-se em: Compreender de que maneira o mal-estar docente, repercute no protagonismo em sala de aula, em relação a qualidade da prática pedagógica. Tal propósito, também considerou o contexto pandêmico vivenciado pelos docentes, no período de realização deste estudo. Assim, esta pesquisa compreendeu as condições de trabalho docente e sua dinâmica no contexto educativo, estabelecendo relações entre o mal-estar docente, profissionalismo e profissionalidade. Para a fundamentação teórica foram utilizados alguns autores como Esteve (1999), Nóvoa (2002), Codo (2006) e outros. O estudo pautou-se por um levantamento bibliográfico, complementado por entrevista e grupo focal. Os participantes da pesquisa foram professores de uma escola pública, localizada na região metropolitana de Porto Alegre que atuam com os anos finais do ensino fundamental. Os dados produzidos foram trabalhados de acordo com as etapas da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011). Dentre as questões que o estudo permitiu observar, destacam-se: o impacto da política neoliberal na profissão docente, a sobrecarga de trabalho, desvalorização docente, bem como o adoecimento dos professores. A compreensão do fenômeno no âmbito profissional docente, possibilitou projetar ações como, por exemplo, o Programa Saúde na Escola (PSE), procurando atender as demandas referentes a saúde e bem-estar dos professores. Espaços de escuta aos docentes na instituição escolar que trabalham, oferecendo apoio e acolhimento. Orientações para que os professores desenvolvam o cuidado de si como pessoas humanas e que o trabalho possa ser um exercício de humanização. Formação contínua entre pares, voltada para construção da identidade docente e aprimoramento profissional. Valorização salarial e profissional, por parte dos gestores, considerando o que já preconizam políticas públicas neste campo. Essas ações poderiam contribuir para minimizar os efeitos do mal-estar docente, incentivando a prevenção e à promoção do bem-estar.
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Gilberto Ferreira da
Appears in Collections:Dissertação (PPGE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mgsilva.pdfOpen Access1.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.