Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/916
Authors: Metz, Magali Ildomar
Title: Bem-estar docente em ambiente educativo de ensino técnico privado
Keywords: Educação;Bem-estar;Mal-estar;Felicidade;Satisfação de vida;Ensino técnico privado
Issue Date: 2015
Publisher: Centro Universitário La Salle
Abstract: O presente estudo tem como tema analisar o bem-estar docente em uma Instituição de ensino técnico privado. Além de descrever a amostra, esta pesquisa busca apresentar os fatores geradores de bem-estar docente, bem como as estratégias utilizadas pelos educadores como enfrentamento de possíveis fatores geradores de mal-estar. A base desta pesquisa situa-se na saúde, a partir da avaliação dos sentimentos e emoções docentes percebidas pelos educadores a partir dos afetos positivos, afetos negativos e satisfação de vida. Participaram da pesquisa, 63 educadores, sendo 30 educadores dos Cursos Técnicos do eixo Administrativo e 33 educadores do Curso Técnico em Informática. A metodologia utilizada foi do tipo misto, com a utilização, na parte quantitativa, da Escala de Bem-estar Subjetivo formada pelas Escalas de Afetos Positivo e Afeto Negativo e escala de Satisfação de Vida. A parte qualitativa foi realizada por entrevistas semi-estruturadas com 04 educadores, sendo 02 educadores do curso Técnico em Informática e 02 educadores do curso Técnico do eixo Administrativo. Para a análise dos dados da parte qualitativa, foi utilizada a grounded-theory, ou Teoria Fundamentada nos Dados, que permite a produção de uma teoria a partir da experiência estudada (STRAUSS; CORBIN, 2008). O levantamento dos resultados qualitativos trouxe como fatores de expressão de insatisfação o ambiente físico e relacional, insegurança financeira e o não reconhecimento e aprovação por parte da Instituição. No entanto, foi evidenciado como fatores gerados de satisfação, ainda na parte qualitativa: o aprendizado, reconhecimento e aprovação dos estudantes, a busca mútua do conhecimento: ensino-aprendizagem. Estes resultados positivos foram corroborados a partir da constatação de dados de Satisfação de Vida revelada pela presença de maior número de itens pertencentes aos afetos positivos do que aos afetos negativos apresentados pela análise dos dados quantitativos deste estudo. Como conclusão desta investigação e integração dos estudos realizados, destaca-se que o bem-estar docente pode ser construído pela ação dos próprios educadores e que de tal construção pode advir indícios de proteção a partir de melhorias do ambiente escolar para a superação de fatores geradores de mal-estar.
The present study is intended to analyze teachers’ well-being in a private vocational school. In addition to describing the sample, this research aims to introduce the factors underlying teachers’ well-being, as well as the strategies used by educators when dealing with the factors underlying distress. This research draws insights from Health Studies, from the assessment of feelings and emotions felt by teachers from both positive and negative affections and life satisfaction. 63 educators, out of which 30 taught at the Vocational Program in Business Administration, and 33 taught in the IT Program, decided to participate in this investigation. A Mixed-type methodology was used, using the range of quantitative subjective well-being formed by scales of positive and negative Affections and life satisfaction scale in a quantitative way. The qualitative part was performed by Semi-structured interviews with 04 educators 04, out of which 02 teaching in the IT Program and 02 others teaching in the Business Administration program, were used as part of the qualitative method.. The groundedtheory, or theory based on data was used for the qualitative part data analysis; such method enables the production of a theory from experience studied (STRAUSS; CORBIN, 2008). The survey of qualitative results has shown physical environment and relational, financial insecurity and the non-recognition and approval by the institution as factors leading to dissatisfaction. However, the following factors account for satisfaction, qualitatively: learning, recognition and approval of students, the mutual search of knowledge: teaching and learning. These positive results were supported from the findings of life satisfaction data revealed by the presence of a greater number of items belonging to the positive affection that the negative affection of the quantitative data analysis presented in this study. As a conclusion of this investigation and integration of study conducted, teachers’ well-being can be built through the action of educators and that such construction can lead to evidence of protection from environmental improvements to school to overcoming factors generators of distress.
metadata.dc.contributor.advisor: Yunes, Maria Ângela Mattar
metadata.dc.contributor.advisorco: Giacomoni, Cláudia Hofheinz
Appears in Collections:Dissertação (PPGE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mimetz.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.