Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/1107
Título: Investigação sobre a geoquímica das cinzas e nanomineralogia de carvões com médio teor de enxofre do Norte da Índia
Autor(es): Braga, Marcel Ferreira
Palavras-chave: Enxofre Orgânico
Índia
Carvão
Nano partículas
Data do documento: 2014
Editor: Unilasalle
Resumo: Atualmente a Índia possui 10% de toda reserva mundial de carvão, mas destaca-se a má qualidade do carvão indiano, que possui alto teor de cinzas e grande concentração de enxofre orgânico, leva ao aumento da poluição atmosférica devido à falta de controle das termelétricas. Na Índia é possível encontrar carvões de diferentes idades geológicas, dos períodos do Permiano e Cenozóico, que possuem características contratantes (SAIKIA, 2014). A Índia é um país totalmente dependente do carvão para geração de energia, por isso é necessários que sejam feitos estudos para se obter um melhor conhecimento sobre a geoquímica deste carvão. Este estudo tem como objetivo fazer um estudo químico e mineralógico para que se obtenha uma base de dados que possa embasar futuras pesquisas sobre os possíveis impactos a saúde e ao meio ambiente gerados pela combustão deste carvão. A petrologia, mineralogia e geoquímica inorgânica de amostras de carvão com alto teor de enxofre, provenientes da Região nordeste da Índia tem sido estudado através do uso de diversos equipamentos como microscopia óptica, difração de raios-X (DRX), microscopia eletrônica de varredura (FE-SEM), microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução (HR-TEM/SAED) e técnicas de análise químicas. Os estudos revelam que nanopartículas de ferro estão presentes no carvão indiano, incluindo nanopirita, hidróxidos de ferro e uma pequena quantidade de esfalerita. A pirita está presente no carvão na forma de franboidais e cristais cúbicos assimétricos, contendo também elementos tóxicos como As, Pb e Se identificados via EDS. A matéria mineral encontrada nas cinzas do carvão, obtidas a partir da combustão a baixa temperatura, são dominadas por minerais carbonatos (calcita, dolomita e ankerita), caulinita, ilita e quartzo. Os sulfatos de ferro encontrados são a tschermigite, balssanite e gesso também estão presentes, provavelmente resultantes do processo de incineração.
URI: http://hdl.handle.net/11690/1107
Aparece nas coleções:Dissertação (Avaliação de Impactos Ambientais)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BRAGA.pdf1,49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.