Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1589
Authors: Alves, Carla Rosane da Costa
Title: Memórias na Casa do Estudante Universitário (CEU) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 1973 a 2019
Keywords: Memória social;Casa de estudantes;Moradias estudantis;UFRGS
Issue Date: 2020
Publisher: Universidade La Salle
Citation: ALVES, C. R. C. Memórias na Casa do Estudante Universitário (CEU) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 1973 a 2019. 2020 166f. Dissertação (mestrado em Memória Social e Bens Culturais) - Universidade La Salle, Canoas, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1589. Acesso em: 03 maio 2021.
Abstract: O presente relatório técnico tem por objetivo retratar as vivências de moradores(as) e exmoradores(as) da Casa do Estudante Universitário da UFRGS (CEU), dando visibilidade ao processo de construção das memórias de representantes de diferentes décadas, desde sua inauguração. Resultou desta pesquisa o vídeo documentário “Há um passado no meu Presente – Memórias na Casa do Estudante da UFRGS”, produto final do Mestrado Profissional em Memória Social e Bens Culturais. A metodologia empregada envolveu uma pesquisa qualitativa, a partir de dados de documentos e de nove entrevistas pautadas na história oral (ALBERTI, 2005). Os dados foram analisados segundo a Análise de Conteúdo Temática (MINAYO, 2004), onde foram elencadas as seguintes categorias: Memórias vergonhosas e preconceito; Sociabilidade, pertencimento e juventudes; Movimento Estudantil; e Memórias e vivências. Os resultados das análises mostram evidências de memórias vergonhosas e preconceito (POLLAK, 1989), bem como a presença de memórias subterrâneas (POLLAK, 1989), pois percebiam-se como parte de culturas minoritárias e dominadas. Padrões referentes à situação econômica desprivilegiada, comportamento sexual e até mesmo ao gênero ajudaram a formar “comunidades afetivas” (POLLAK, 1989). Diferentes situações de contestação, do regime militar (1970) ao impeachment da presidenta (2010), passeatas por mais liberdades democráticas, ensino gratuito de qualidade, melhorias na qualidade e menor valor da alimentação servida no Restaurante Universitário, impactaram na sociabilidade e pertencimento (FEIXA; PORZIO, 2004), relações de apoio e solidariedade e na construção de uma subjetividade política (CASTRO, 2008). Foi evidenciado que as vivências na CEU foram significativas na constituição da identidade (LEÓN, 2005; POLLAK, 1992) dos entrevistados.
metadata.dc.contributor.advisor: Borges, Maria de Lourdes
Appears in Collections:Dissertação (PPGMSBC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
crcalves.pdfOpen Access2.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.