Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/2018
Authors: Lopes, Amanda Rodrigues
Title: Associação entre resiliência e sintomas de ansiedade e depressão após cirurgia bariátrica
Keywords: Ansiedade;depressão;resiliência;cirurgia bariátrica
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade La Salle
Citation: LOPES, A. R. Associação entre resiliência e sintomas de ansiedade e depressão após cirurgia bariátrica. 2018. 34 f. Trabalho de Conclusão (graduação em Enfermagem) - Universidade La Salle, Canoas, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2018. Acesso em: 26 ago. 2021.
Abstract: A obesidade pode ser definida de forma resumida como o grau de armazenamento de gordura no organismo associado a riscos para a saúde, devido à sua relação com várias complicações metabólicas. Uma das indicações terapêuticas para a obesidade grave é a cirurgia bariátrica. O procedimento tem por objetivo reduzir a morbimortalidade relacionada à obesidade e melhorar a qualidade de vida dos pacientes, além de minimizar os custos com as morbidades. Indivíduos obesos são alvos de discriminação e preconceito o que contribui para a manifestação de distúrbios psicossociais. A obesidade também pode causar alterações comportamentais, transtornos psiquiátricos como ansiedade e depressão. Verificar se há associação entre resiliência e sintomas de ansiedade e depressão após cirurgia bariátrica. Estudo transversal, com 60 pacientes. Os dados coletados foram variáveis sócio demográficas dos pacientes, resiliência, ansiedade e depressão. O estudo atendeu as normas da resolução 466/12 que envolve seres humanos e foi aprovado pelo comitê de ética(CEP) do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre sob o registro CAAE: 89772318.9.0000.5335. A coleta foi realizada entre as primeiras 48hs de internação até o ultimo dia de internação do paciente no pós-operatório, no período de Julho até Agosto de 2018. A maioria dos pacientes era do sexo feminino (n=48, 80,0%), com idade média de 38,2 ± 9,4 anos. Foram considerados como resilientes 26 (43,3%) pacientes. A resiliência associou-se com menos sintomas de ansiedade e depressão no pós-operatório de cirurgia bariátrica. Na análise multivariada, em um modelo ajustado para idade, sexo e escolaridade, resiliência manteve associação independente com menos sintomas de ansiedade e depressão. A resiliência associou-se com menos sintomas de ansiedade e depressão, mesmo após ajuste para variáveis de confusão. Investir em estratégias para o desenvolvimento da resiliência pode trazer benefícios para estes pacientes
metadata.dc.contributor.advisor: Boniatti, Márcio Manozzo
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (Enfermagem)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arlopes.pdf
  Until 2070-01-01
Closed Access18.69 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.