Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/2417
Authors: Prestes, Vanessa Amaral
Gemelli, Catia Eli
Colomby, Renato Koch
Fraga, Aline Mendonça
Title: As diversidades da diversidade: revisão sistemática da produção científica brasileira sobre diversidade na administração (2001-2019)
Keywords: Diversidade;Marcadores sociais de diferença;Revisão sistemática;Estudos organizacionais;Relações de trabalho
Issue Date: 2021
Publisher: Cadernos EBAPE.BR
Citation: FRAGA, A. M.; COLOMBY, R. K.; GEMELLI, C. E.; PRESTES, V. A. As diversidades da diversidade: revisão sistemática da produção científica brasileira sobre diversidade na administração (2001-2019). Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, RJ, 2021. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/83897. Acesso em: 28 jan. 2022
Abstract: Nas últimas décadas, a diversidade tem ganhado espaço, principalmente na discussão acadêmica dos estudos organizacionais e das relações de trabalho e gestão de pessoas. Se por um lado há reflexões críticas sobre desigualdade, diferença e preconceito, por outro também há considerável apelo discursivo acerca de práticas de gestão empresarial, atrelado às ideias de produtividade, criatividade e inovação. A multiplicidade da diversidade revela sua pluralidade teórica e empírica que toma caminhos diversos quando relacionada com as dinâmicas relações entre sociedades, organizações e pessoas. Este estudo tem como objetivo realizar uma revisão sistemática da produção científica brasileira sobre diversidade, nas publicações que fazem referência à área de administração, nas bases de dados Google Scholar, Web of Science (Wos), Spell e Scopus. Ao entender a diversidade como um debate do novo milênio, a escolha do período de análise compreendeu os anos de 2001 até 2019. Como principais resultados, destacam-se: i) a diversidade nas e das publicações; ii) a (in)definição e a abrangência do conceito; iii) a emergência e o crescimento do tema; iv) a incipiência de autoria e instituição de referência; v) a predominância de estudos qualitativos; vi) as (in)visibilidades de certos marcadores sociais em face da amplitude do conceito e do tema.
Appears in Collections:Artigo de Periódico (Gestão de Recursos Humanos)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
vaprestes.pdfOpen Access865.81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.