Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/560
Authors: Loreto, Elenara de Freitas
Title: Avaliação da qualidade da água de consumo humano em municípios pertencentes às macrorregiões de saúde do Estado do Rio Grande do Sul
Keywords: Qualidade da água;Análise microbiológica;Coliformes totais;Escherichia coli
Issue Date: 2014
Publisher: Unilasalle
Citation: LORETO, Elenara de Freitas. Avaliação da qualidade da água de consumo humano em municípios pertencentes às macrorregiões de saúde do Estado do Rio Grande do Sul. 2014. 71 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Impactos Ambientais) - Centro Universitário La Salle, Canoas, 2014 Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/560. Acesso em: 21 out. 2014.
Abstract: O acesso a água potável e segura é um direito legal. Assim, a avaliação da qualidade microbiológica da água destinada ao consumo humano é fundamental, visto que é capaz de veicular uma série de doenças. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi o de levantar dados sobre a qualidade sanitária das águas de consumo humano em sete municípios de pequeno porte que pertencem às macrorregiões de saúde do estado do Rio Grande do Sul, através da análise de parâmetros microbiológicos. Os dados foram coletados utilizando os resultados das análises de 2.931 amostras de água, registradas no Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (SISAGUA), no período de 2010 a 2013. Das 1.242 amostras realizadas nos sistemas de abastecimento de água (SAAs) dos municípios, 23,51% foram positivas para o parâmetro coliformes totais e 9,26% para o parâmetro Escherichia coli. Em relação às soluções alternativas coletivas (SACs), foram realizadas 601 amostras, destas 60,07% apresentaram inconformidade para coliformes totais e 35,77% estavam contaminadas por Escherichia coli. Nas soluções alternativas individuais (SAIs), das 1.088 amostras analisadas, 70,13% foram positivas para coliformes totais e em 45,13% observou-se a presença da bactéria Escherichia coli. Nos municípios estudados, as amostras coletadas nas SAIs apresentaram uma frequência maior de contaminação por E.coli, estatisticamente significativa, quando comparadas com as amostras provenientes das SACs e de SAA. A presença da bactéria Escherichia coli indica contaminação microbiana de origem fecal, tornando a água imprópria para consumo humano, podendo representar risco à saúde de quem a consome. Os resultados permitem uma visão da realidade da qualidade da água nos municípios analisados, trazendo informações aos gestores municipais e aos responsáveis pelo controle da qualidade da água e apontando que devem ser tomadas ações da vigilância em relação à água consumida nesses municípios.
metadata.dc.contributor.advisor: Bizani, Delmar
Appears in Collections:Dissertação (Avaliação de Impactos Ambientais)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
efloreto.pdf1.94 MBpdfView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.