Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/871
Authors: Christaldo, Helenice Maria de Morais
Title: Memória e cotidiano de um grupo de mulheres artesãs da associação Art’escama, Ilha da Pintada, bairro Arquipélago, Porto Alegre/RS
Keywords: Memória;Memória social;Memória coletiva;Cotidiano;Gênero;Economia solidária;Feminização da pobreza
Issue Date: 2014
Publisher: Centro Universitário La Salle
Abstract: Este trabalho ancorou-se em investigação etnográfica realizada entre junho de 2012 e fevereiro de 2014, junto às artesãs da Associação Art’Escama, na Ilha da Pintada, bairro Arquipélago, Porto Alegre/RS, na qual a metrópole é o campo que oferece o exótico - pela diversidade de padrões culturais e sociais. Os objetivos deste estudo foram, a partir do encontro dialógico e mais intenso com o grupo de artesãs, conhecer as suas memórias e compreender as suas práticas e estratégias cotidianas de sobrevivência. Para tanto, foram fundamentais os conceitos de memória coletiva (HALBWACHS, 2006) e do cotidiano (CERTEAU, 1994), por oferecerem um quadro conceitual sólido para dar conta das maneiras pelas quais os sujeitos da pesquisa vivem e interpretam o seu tempo vivido e, também, das redes de significado com as quais organizam um presente, um passado e um futuro. Podese dizer que este estudo faz uma costura entre as memórias e os percursos cotidianos compartilhados, nos quais se apresentam como elementos primordiais: gênero, feminização da pobreza, economia solidária e autonomia. Para além disso, o grupo tem nas memórias e no cotidiano atravessado pela desigualdade social, econômica e de gênero um ponto de união. O trabalho está inserido na linha de pesquisa Memória, Cultura e Identidade, do curso de Mestrado Profissional em Memória Social e Bens Culturais, do Centro Universitário La Salle – Unilasalle/RS.
The present ethnographic research was conducted between June 2012 and February 2014, and focused on the artisans of the Association Art'Escama, in Pintada Island, Archipelago neighborhood, Porto Alegre / RS, where the metropolis is the background that provides cultural and social diversity. The objectives of this study were to learn about the group’s memories, practices and daily strategies for survival using an intensively interactive approach. The concepts of collective memory (Halbwachs 2006) and daily life (Certeau, 1994) were critical to accomplish these goals as they provide a solid conceptual framework to account for the ways in which the subjects live and understand their lives, and put together their past, present and perspectives for the future. It can be said that this study is a mosaic of memories and shared daily activities, where basic primordial elements such as gender, feminization of poverty, economic solidarity and autonomy are seen. In addition, the group has their memories and daily lives traversed by social, economic and gender inequality. The work is part of the line of research in Professional Memory, Culture and Identity, in the Masters Program in Social Memory and Cultural Heritage at the University La Salle – Unilasalle,RS.
metadata.dc.contributor.advisor: Graeff, Lucas
metadata.dc.contributor.advisorco: Accorssi, Aline
Appears in Collections:Dissertação (Memória Social e Bens Culturais)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
hmmchrstaldo.pdf6.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.