Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/2606
Authors: Costa, Claiton Oliveira da
Title: As competências socioemocionais demandadas aos egressos do SENAI-RS no contexto da indústria 4.0
Keywords: Educação profissional;Competências socioemocionais;Indústria 4.0;Perfil profissional;Formação de docentes
Issue Date: 2021
Publisher: Universidade La Salle
Citation: COSTA, C. O. As competências socioemocionais demandadas aos egressos do SENAI-RS no contexto da indústria 4.0. 2021. 158 f. Dissertação (mestrado em Educação) - Universidade La Salle, Canoas, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2606. Acesso em: 16 mar. 2022.
Abstract: A pesquisa realizada tem cunho qualitativo, está voltada à Linha de Pesquisa Formação de Professores, Teorias e Práticas Educativas, no âmbito de atuação do Grupo de Pesquisa em Educação Intercultural (GPEI). Aborda os avanços tecnológicos evidenciados na indústria nos últimos anos e seus impactos na concepção, operação e gestão da produção. Considera a possibilidade de, com o advento da Indústria 4.0, se estar no limiar da Quarta Revolução Industrial ou, pelo menos, à frente de um novo paradigma técnico-econômico. Esse estudo analisa os impactos desses avanços na demanda por perfis profissionais que possam vir a atender esses novos requisitos do mundo do trabalho. Para tanto, procura equacionar o seguinte problema: Como potencializar o desenvolvimento das Competências Socioemocionais demandadas aos egressos do SENAI-RS no contexto da Indústria 4.0 por meio da capacitação metodológica das equipes pedagógicas? Para responder a essa questão, lança mão de um estudo de caso com gestores educacionais, fazendo uso de questionário e grupo focal. Os resultados foram analisados segundo a técnica de análise de conteúdo. A fundamentação teórica foi baseada em Reuven Feuerstein (Teoria da Modificabilidade Cognitiva Estrutural e Experiência de Aprendizagem Mediada), Klaus Schwab (Quarta Revolução Industrial e a fusão dos mundos físico, digital e biológico), Guy Le Boterf (Competência Coletiva e Navegação Profissional), Manuel Castells (Cultura da Virtualidade Real e Tecnomeritocracia), Regina Cândida Führ (Tecnopedagogia e Educação 4.0), Ricardo Antunes (Trabalho Digital e Indústria 4.0) e Marise Nogueira Ramos (Pedagogia das Competências). Da análise dos dados produzidos para essa pesquisa, destaca-se o seguinte: a seleção das Competências Socioemocionais mais demandadas pela Indústria 4.0; os diferentes impactos da Indústria 4.0 nas profissões industriais e as tendências de expansão ou de redução de oportunidades de trabalho em função do tipo de atividade e níveis de responsabilidade e autonomia; o foco excessivo das ações das equipes pedagógicas em conteúdos e competências técnicas (hard skills); a necessidade de se construir uma postura crítica de Educação Profissional que venha a fomentar o desenvolvimento de perfis profissionais mais alinhados às demandas por Competências Socioemocionais (soft skills) decorrentes da Indústria 4.0 e à luz dos princípios orientadores da metodologia preconizada pela instituição.
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Gilberto Ferreira da
Appears in Collections:Dissertação (PPGE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cocosta.pdfOpen Access1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.