Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1389
Authors: Pereira, Zeni Terezinha Gonçalves
Title: As alunas aprendem só por que são esforçadas? o imaginário social das/os docentes de um curso Técnico em Administração
Keywords: Educação;Formação docente;Gênero feminino;Imaginário social
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade La Salle
Abstract: Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Formação de Professores, Teorias e Práticas Educativas do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade La Salle, cujo objetivo é analisar o imaginário social das/dos docentes sobre a aprendizagem das alunas do curso Técnico em Administração, numa escola de ensino técnico privado de Porto Alegre/RS. Os teóricos norteadores foram Castoriadis (1982; 1987; 1997; 1999), Tardif (2010), Louro (2008; 2014) dentre outros/as. A metodologia, de natureza qualitativa, foi conduzida por um questionário e entrevista semiestruturada junto às/aos docentes. Na fase do questionário, participaram 23 docentes e, destes/as 8 (um professor e sete professoras) se declararam dispostos e participaram da fase das entrevistas, O questionário foi elaborado com perguntas abertas e fechadas visando atender os objetivos. A entrevista foi conduzida através de um roteiro com cinco questões norteadoras realizada com 8 docentes, sendo sete mulheres. A análise dos resultados baseou-se na Análise de Conteúdo, de Bardin, extraindo-se cinco categorias inspiradas nas interlocuções advindas do/as docente/s em que se pode destacar que as concepções ratificaram o que o título dessa dissertação propôs, pois trouxeram o entendimento de que as alunas aprendem porque são dedicadas, esforçadas e comprometidas. Percebe-se, também, que no imaginário desse/as docente/s, a aprendizagem das alunas sofre influência tanto do envolvimento em tarefas domésticas, quanto em atividades que envolvam os cuidados para com os seus. Evidenciou-se que o/as docente/s possuem a crença de ainda persistirem dificuldades das alunas na aprendizagem que envolvam questões de raciocínio lógico-matemático, reforçando, inclusive, estereótipos já instituídos no imaginário coletivo, de que a teoria é de domínio das alunas, enquanto os cálculos e raciocínios lógicos são de domínio dos alunos. Uma outra evidência que emergiu foi que, velada ou explícita, existem situações nas salas de aula do Técnico em Administração, que se traduzem em violência simbólica de gênero, relacionadas à aprendizagem das alunas, através das chamadas “brincadeirinhas” inadequadas por parte dos alunos, do tipo “tinha que ser loira, tinha que ser mulher”, diante das 8 situações de dificuldades das alunas em aula, de acordo com as percepções de algumas docentes entrevistadas. Considerando-se os relatos pode-se inferir que, em especial nas falas das professoras, existem evidências de que a aprendizagem das alunas está voltada ao esforço e no ambiente de sala de aula são perceptíveis determinadas discriminações e preconceitos envolvendo as designações de gênero, inclusive as próprias professoras trouxeram relatos de terem sido alvo de tais condutas, conforme apontado nesta pesquisa. Como conclusão desse estudo envolvendo o imaginário docente, destaca-se que cabe às/aos docentes a reflexão de que não se trata de destruir o já instituído, em termos de relações, mas, sim, desconstruir toda e qualquer prática alusiva à cultura de inferiorização que abrange o papel das alunas em sua aprendizagem, em especial neste espaço social que é a sala de aula. Ressalta-se que investigações dessa natureza não se esgotam, podendo inclusive ampliar a discussão desde a perspectiva das alunas, ou seja, como elas se “enxergam” no processo de aprendizagem frente as suas múltiplas jornadas e inúmeros desempenho de papeis sociais.
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Denise Regina Quaresma da Silva
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ztgpereira.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.