Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1416
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSoares, Silvia Adriana da Silva-
dc.date.accessioned2020-09-04T16:24:04Z-
dc.date.available2020-09-04T16:24:04Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationSOARES, Silvia Adriana da Silva. Perfil e competências de secretárias/os de programas de pós-graduação stricto sensu em educação no Brasil. 2019. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade La Salle, Canoas, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1416. Acesso em: 04 set. 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11690/1416-
dc.description.abstractEsta dissertação tem como foco a gestão dos Programas de Pós-Graduação em Educação avaliados e reconhecidos pela CAPES. Delimita seu campo empírico ao perfil e às competências de secretárias/os que neles atuam, destacando as demandas que envolvem a gestão com a implantação da Plataforma Sucupira que publiciza os indicadores necessários à avaliação quadrienal dos PPGs coordenada pela CAPES. A pesquisa, vinculada à linha de pesquisa “Gestão, Educação e Políticas Públicas”, analisa a atuação das/os secretárias/os dos programas de pós-graduação stricto sensu em educação, em relação às demandas geradas pelo sistema de avaliação quadrienal da CAPES visando à qualificação dos processos e práticas gestoras destas colaboradoras para o melhor desempenho das coordenações, dos corpos docente e discente no que se refere às questões administrativo-pedagógicas demandadas pelo processo de avaliação. Para dar sustentação teórica à abordagem sobre a gestão e competências, utilizamos autores como: Libâneo (2004); Chiavenato (2006); Menegat e Colossi (2009); Bergamini (2012), Zarifian (2012, 2003) e Le Boterf (2003, 2006). A pesquisa realiza um levantamento tipo survey exploratório-descritivo, com apoio bibliográfico e documental, caracterizando-se pela abordagem qualitativa e quantitativa. A investigação constatou que do total de 85 secretárias/os participantes da pesquisa, a maioria é do sexo feminino 58 (68%), predomina a faixa-etária de 30 a 39 anos, a maioria (53%) atua nos PPGs entre 4 a 10 anos, destacando-se quatro secretárias com mais de 20 anos de atuação profissional no PPG, ou seja, o tempo de atuação demostra certa experiência na função. A formação predominante é a graduação em Administração. Mais da metade das participantes da pesquisa busca se atualizar e se qualificar para atender às exigências da gestão da pós-graduação. Entre os cursos de treinamento e outras iniciativas de capacitação destaca-se o Fórum de Secretárias/os da região Sul (FORSEC) e o Encontro Nacional (ENSEC).pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade La Sallept_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectPós-graduaçãopt_BR
dc.subjectAvaliaçãopt_BR
dc.subjectCAPESpt_BR
dc.titlePerfil e competências de secretárias/os de programas de pós-graduação stricto sensu em educação no Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisorPauly, Evaldo Luispt_BR
dc.degree.localCanoas, RSpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu)pt_BR
dc.publisher.countryBRpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sassoares.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.