Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/3255
Authors: Santos, Larissa Batista dos
Title: Percepção docente sobre os multiletramentos: estudo de caso em escolas públicas ribeirinhas de Manaus
Keywords: Educação;Letramento;Multiletramento;Prática docente;Ribeirinhos
Issue Date: 2022
Publisher: Universidade La Salle
Citation: SANTOS, L. B. Percepção docente sobre os multiletramentos: estudo de caso em escolas públicas ribeirinhas de Manaus. 2022. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade La Salle, Canoas, 2022. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/3255. Acesso em: 17 ago. 2022.
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo compreender as percepções de docentes sobre os multiletramentos em escolas públicas ribeirinhas de Manaus, situadas no Rio NegroAM e Rio Amazonas-AM. O estudo foi inserido na linha de pesquisa Culturas, Linguagens e Tecnologias na Educação, do Programa de Pós-graduação em Educação, da Universidade La Salle. O problema de investigação foi: quais as percepções dos docentes sobre os multiletramentos em escolas públicas de Manaus localizadas no Rio Negro-AM e Rio Amazonas-AM se fazem presentes? Os autores que embasaram o estudo sobre os multiletramentos para a prática docente foram: Kleiman (2005, 2016), Rojo (2012), Kalantzis, Cope e Pinheiro (2020). O aporte teórico referente à Educação do Campo foi baseado em Caldart (2008) e Arroyo, Caldart e Molina (2011), sobre escola ribeirinha, temos como base Alborado e Vasconcelos (2015), Fraxe (2004), Souza (2005). A pesquisa se caracterizou pela abordagem qualitativa de Minayo (2001) e como um estudo de caso segundo Gil (2019). A análise dos dados escolhida foi Análise de Conteúdo de Bardin (2011). Este estudo foi realizado no período pandêmico de Covid-19 (2020-2022), e os participantes foram professores que lecionam a disciplina de língua portuguesa e atuam no ensino fundamental em escolas municipais de Manaus, localizadas na Zona Rural, especificamente a ribeirinha do Rio Negro e Rio Amazonas. Como instrumentos de geração de dados foram utilizados questionários com perguntas abertas e fechadas, produzidas de forma impressa e online pelo formulário google forms. Os resultados apontaram que temos duas percepções docentes sobre os multiletramentos na educação do campo ribeirinha: 1) percepções que permeiam pelas multiplicidades da linguagem e da cultura que valoriza o ecossistema ribeirinho dentro do contexto de educação do campo; 2) percepções abstratas e conceituais sobre os multiletramentos na educação do campo, que privilegia a norma culta da língua, a possibilidade dos multiletramentos com acesso à internet e visão urbana de práticas pedagógicas, sem considerar a realidade da educação do campo ribeirinha. Sugere-se que se desenvolvam mais pesquisas acadêmicas sobre a temática dos multiletramentos da educação do campo ribeirinha, assim como, projetos de iniciação científica ao longo da formação inicial, a fim de investigar as possibilidades de multiletramentos com os discentes dentro deste ecossistema. Também sugere reflexões sobre as possíveis práticas pedagógicas de multiletramentos na formação contínua com docentes em contexto de educação do campo ribeirinha.
metadata.dc.contributor.advisor: Backes, Luciana
Appears in Collections:Dissertação (PPGE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
lbsantos.pdfOpen Access3.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.