Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/601
Authors: Trevisan, Suzana
Title: Educação Superior Tecnológica e identidade docente
Keywords: Identidade docente;Ensino Superior Tecnológico;Saberes docentes
Issue Date: 2012
Publisher: Centro Universitário La Salle
Abstract: Esta pesquisa caracteriza-se por qualitativa do tipo Estudo de Caso. A questão central dessa pesquisa é: como se dá o processo de construção da identidade docente dos professores do Ensino Superior Tecnológico? Tem por objetivo compreender o processo de construção da identidade docente dos professores do Ensino Superior Tecnológico, sem formação voltada para a docência, em uma Instituição do sul do Brasil. O referencial teórico baseia-se nos pressupostos de Maurice Tardif, que denomina como heterogêneo e plural o saber profissional docente; nos de Paulo Freire, sobre a necessidade de reflexão crítica sobre a prática e o compromisso de criarmos possibilidades para que as pessoas construam seu conhecimento; e na Teoria Construtivista, à luz de Jean Piaget. Além desses, outros autores estabelecem um diálogo, contribuindo para a problematização dos dados, como Cunha, Pimenta, Marchesi, Jesus e Frankl. A pesquisa foi realizada em uma Instituição de Ensino Superior do sul do Brasil e os sujeitos participantes foram professores que estavam lotados em cursos superiores tecnológicos, no primeiro semestre de 2012, da Instituição pesquisada. A coleta de dados contou com três instrumentos: a observação simples, o questionário e a entrevista semi-estruturada. A técnica de análise de conteúdo, proposta por Bardin, foi utilizada no processo de análise de dados. Tal processo gerou seis 6 categorias constituintes da identidade docente: 1) o saber científico; 2) o saber fazer profissional; 3) o saber empíricopedagógico; 4) o saber da humanização; 5) os ganhos existenciais; 6) a administração do tempo cronológico. Apresenta-se, por fim, uma proposta de demandas formativas surgidas desta investigação.
This research is characterized as a Study Case type, in a qualitative approach. The main question of the present study is: how does the process of identity construction happen on Technological Higher Education teachers? It aims to understand the process of Technological Higher Education teachers' identity construction, concerning teachers who work in a southern Brazilian institution and have no teaching professional training. The theoretical referential is based on the assumptions of Maurice Tardif, who claims teacher’s knowledge as heterogeneous and plural; on Paulo Freire and his ideas on the need of critical reflection on practice and a commitment to create opportunities for people to build their knowledge; and on the Constructivist Theory, by Jean Piaget. Besides these, other authors establish a dialogue, contributing to data discussion and comprehension, as Cunha, Pimenta, Marchesi, Jesus and Frankl. The research was conducted in a southern Brazilian institution of Higher Education and the participants were teachers who were placed in Technological Higher Education courses, in the first semester of 2012. Data collection used three instruments: a simple observation, questionnaire and semistructured interview. The content analysis technique, proposed by Bardin, was used to analyze data. This process generated six constituent categories of teacher’s identity: 1) scientific knowledge, 2) the professional know-how, 3) empirical and pedagogical knowledge, 4) humanization knowledge, 5) existential gains; 6) chronological time administration. Finally, it resents a proposal to formative programs, concerning the demands arising from this research.
metadata.dc.contributor.advisor: Fossatti, Paulo
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
strevisan.pdf1.25 MBpdfView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.