Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/620
Authors: Gomes, Kelly Amorim
Title: Indicadores de permanência na educação superior: o caso da disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I
Keywords: Educação Superior;Indicadores de sucesso;Permanência;Cálculo Diferencial e Integral I
Issue Date: 2015
Publisher: Centro Universitário La Salle
Abstract: Os problemas relacionados à evasão e permanência dos estudantes da Educação Superior parecem aumentar à medida que o acesso a esse nível de ensino cresce. Juntamente com a expansão do acesso à Educação Superior aumentam também as dificuldades de nele permanecerem em razão das dificuldades de aprendizagem apresentadas pelos alunos, especialmente nas disciplinas que envolvem Matemática e necessitam de pré-requisitos da Educação Básica. Diante do insucesso nas disciplinas que envolvem Matemática, muitos alunos acabam não permanecendo no curso até sua integralização. Desta forma, esta pesquisa tem por objetivo identificar quais são os indicadores que norteiam o contexto dos ingressantes nos cursos de Engenharia em 2013, capazes de sinalizar sucesso ou não na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I. O embasamento teórico desta pesquisa está apoiado nas obras de autores como Tinto (1987, 1993), DeVries et al. (2011), Cabrera et al. (2012), Canales e De Los Ríos (2007) e Lobo et al. (2007), que discutem aspectos relacionados à evasão e permanência dos acadêmicos na Educação Superior. Também foram realizadas pesquisas de Estado da Arte a partir do banco de dados de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), dos Anais do Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia (Cobenge) realizado em 2014 e nos livros de atas de 2011 a 2013 da Conferência Latino-Americana sobre o Abandono na Educação Superior (Clabes). Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso com objetivo exploratório descritivo que se utilizou de abordagem quantitativa e qualitativa. Para tanto, utilizou-se de dois procedimentos técnicos, a saber: um estudo de cunho longitudinal documental para análise dos dados quantitativos e entrevista semiestruturada como técnica de coleta de dados qualitativos. A análise dos dados quantitativos se deu por intermédio da Estatística Descritiva, já a análise dos dados qualitativos foi realizada por meio da análise textual discursiva. O estudo teve como sujeitos de pesquisa os alunos ingressantes nos cursos de Engenharia no primeiro semestre de 2013 de uma Instituição Comunitária de Educação Superior do Rio Grande do Sul, que tiveram ou não sucesso na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I. Os achados da pesquisa mostram que algumas características iniciais dos acadêmicos, como ser do sexo feminino, ter cursado o Ensino Médio em escola privada, ter concluído o Ensino Médio na modalidade regular ou no Ensino Técnico e ingressar na Universidade via avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio, influenciam nas chances de sucesso na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I. Apontam também que o bom rendimento na disciplina de Matemática no Ensino Médio e na disciplina de Matemática Elementar na Educação Superior, pode contribuir positivamente com as chances de sucesso dos acadêmicos que cursam Cálculo Diferencial e Integral I. Os resultados indicam também que participar do Programa de Monitoria oferecido pela Instituição e usufruir de auxílio financeiro – como auxílio financeiro institucional ou Financiamento Estudantil para custear os estudos –, podem contribuir com as chances de sucesso dos acadêmicos. Por fim, aspectos como a satisfação com seu curso e o comprometimento com os estudos, sinalizam maior chance de obter sucesso na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I.
The problems related to dropouts and retention of higher education students seem to increase as access to this level of education increases. Together with the expansion of access to higher education, the difficulties in retention also increase due to the learning difficulties that students have, especially in courses that involve Mathematics, which need prerequisites from basic education. Given the failure in courses that involve Mathematics, many students end up dropping out of the program before completion. As such, the objective of this research is to identify the indicators that guide the context of students entering the programs of Engineering in 2013, capable of signaling success or failure in the Differential and Integral Calculus I course. The theoretical foundation of this research is based on the works of authors such as Tinto (1987, 1993), De Vries et al. (2011), Cabrera et al. (2012), Canales and De Los Ríos (2007) and Lobo et al., (2007), who discuss aspects related to dropouts and retention of academics in higher education. Studies were also carried out on the state of the art via the database of theses and dissertations of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (Capes), the Proceedings of the Brazilian Congress on Education in Engineering (Cobenge) held in 2014 and the minute books from 2011 to 2013 of the Latin American Conference on Higher Education Dropouts (Clabes). This research involves a case study with an exploratory and descriptive objective that makes use of a quantitative and qualitative approach. To this end, we used two technical procedures, namely, a longitudinal document study for the analysis of the quantitative data and semi-structured interviews for collecting the qualitative data. The quantitative data analysis was carried out by means of descriptive statistics, while the qualitative data analysis was carried out by means of discourse textual analysis. The subjects of the study were incoming students in the Engineering programs in the first semester of 2013 at a non-profit higher education institution of Rio Grande do Sul, who passed or failed the Differential and Integral Calculus I course. The research’s findings suggest that some academic’s characteristics such as gender, type of high school, modality in which they completed the high school and the form of admission in the higher education influenced the chances to approve in the Differential and Integral Calculus I course. The results also suggest that a good score in the Mathematics course in high school and in the Elementary Mathematics course in higher education, can positively contribute to the chances to be approved in the Differential and Integral Calculus I course. The results also indicate that participating in the Monitoring Program offered by the institution and taking advantage of financial aid can contribute to the chances for academic success. Finally, aspects such as satisfaction with their program and commitment in the studies can signal a greater chance of success in the Differential and Integral Calculus I course.
metadata.dc.contributor.advisor: Felicetti, Vera Lucia
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
kagomes.pdf2.23 MBpdfView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.