Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/815
Authors: Preto, Fernanda Fontes
Title: Formação de professores, interculturalidade e educação indígena: contribuições descoloniais no espaço da escola regular
Keywords: Formação de professores;Educação intercultural;Educação indígena;Descolonialidade
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade La Salle
Abstract: A presente investigação analisa a contribuição da formação inicial/continuada de docentes que atuam com a diversidade em espaço escolar com estudantes indígenas e não indígenas. O estudo se insere na linha de pesquisa Formação de Professores, Teorias e Práticas Educativas, do PPGEdu UNILASALLE – Canoas, RS. Como campo empírico de estudo, explorou-se duas dimensões culturais presentes em uma escola estadual no município de São Leopoldo – Rio Grande do Sul. De forma complementar, acessou-se o espaço da aldeia onde vivem os alunos e onde ocorre a sua alfabetização no idioma Kaingang em escola própria. Para dar conta dos propósitos desta investigação lançou-se mão do uso de questionários com educadores da escola regular e entrevistas com os educadores e o cacique da escola própria da aldeia. Interculturalidade e descolonialidade são dois conceitos que acompanham o desenrolar da reflexão e análise dos dados produzidos. Autores como Catherine Walsh, Aníbal Quijano, Arthuro Escobar, Walter Mignolo, Ramón Grosfoguel, Edgardo Lander e Santiago Castro-Gómez ofereceram contribuições de caráter teórico. A pesquisa aponta para uma formação docente que ainda não subsidia os professores para lidar com a questão indígena presente nas escolas. Se observa que os professores compreendem a inserção dos alunos indígenas como algo positivo e buscam, dentro de suas possibilidades, proporcionar espaços para valorização da cultura indígena. Quanto à formação dos professores indígenas, percebe-se que eles ainda precisam conquistar espaço impondo sua cultura que é incompreendida pelos demais, o que, por vezes, acaba contribuindo negativamente para seu desenvolvimento.
This investigation analyses the contribution of an initial/continued teacher‘s training that works with diversity in a school with indigenous and not indigenous students. The study inserts on research line teacher‘s training, theory and educational practices, of Program PPGEdu UNILASALLE - Canoas, RS. The empirical research of study, exploring two cultural dimensions present in a public school, in the city of São Leopoldo – Rio Grande do Sul. In a complementary way accessed the aldeia‘s space, where living the students and happens your alphabetization in Kaingang‘s language at own school. To supply the purposes of this investigation, was used questionnaires to educators of regular school and interviews to educators and Cacique of own village. interculturality and decoloniality are two concepts than follow the development of reflection and analysis of produced dice.Authors like Catherine Walsh, Aníbal Quijano, Arthuro Escobar, Walter Mignolo, Ramón Grosfoguel, Edgardo Lander, and Santiago Castro-Gómez, built the theoretical contribution. Like results, the research points to a teacher‘s training that do not subsidizes them to deal with the cultural diversity in the schools yet. Is observed that teachers understand the insertion of indigenous students like something positive and seek, within their means, provides spaces to valorize the indigenous culture. To the indigenous teacher‘s training, it is understood that they still need to win space imposing they‘re culture that is misunderstood by the others, what‘s sometimes, contributes negatively to they‘re development.
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Gilberto Ferreira da
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ffpreto.pdf1.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.