Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/862
Authors: Gonçalves, Lisandro da Silveira
Title: Reflexão sobre os modelos de gestão de unidades de conservação do Rio Grande do Sul e da Costa Rica: temos algo em comum?
Keywords: Impactos ambientais;Áreas protegidas;Conservação;Rio Grande do Sul;Costa Rica
Issue Date: 2015
Publisher: Unilasalle
Citation: GONÇALVES, Lisandro da Silveira. Reflexão sobre os modelos de gestão de unidades de conservação do Rio Grande do Sul e da Costa Rica: temos algo em comum? 2014. 32 p. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Impactos Ambientais) - Centro Universitário La Salle, Canoas, 2014 Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/862. Acesso em: 16 set. 2019.
Abstract: A Costa Rica é reconhecida em nível mundial pelo manejo de suas áreas protegidas. Com uma alta diversidade biológica, este país tem apostado na conservação como pilar de seu desenvolvimento. A criação das Áreas de Conservação, como unidade territorial para o manejo dos recursos, tem permitido estabelecer programas de conservação mais além dos limites das áreas protegidas, tendo como atores importantes as comunidades do entorno. Já o Rio Grande do Sul, assim como a maioria dos estados brasileiros, não possui os recursos necessários (financeiro e de mão de obra) e ainda busca um modelo de desenvolvimento que concilie a conservação da biodiversidade gaúcha.O objetivo deste trabalho foi conhecera Costa Rica e o Rio Grande do Sul quanto aos seus sistemas de conservação e propor sugestões que contribuam para o aprimoramento do Sistema Estadual de Unidades de Conservação no estado. Visitas ao Ministério de Meio Ambiente da Costa Rica e à Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Estado do Rio Grande do Sul foram realizadas com o propósito de coletar informações sobre ambos os sistemaspor meio de conversas informais com Técnicos e Gestores. Com políticas públicas que valorizam e destacam o meio ambiente, com o apoderamento das comunidades rurais localizadas no entorno que agregam valor a suas atividades, por estarem na zona de amortecimento destas UCs deixam estas UCs mais protegidas. Isso tudo aliado a um efetivo sistema financeiro descentralizado, junto a um bom sistema de bioprospecção, demonstram que se o Rio Grande do Sul adaptar este modelo a sua realidade, poderá fazer com que o Sistema Estadual de Unidades de Conservação se torne efetivamente viável.
Costa Rica is world-renowned for the management of its protected areas. Having a high biological diversity, this country has invested in conservation as a foundation of its development. The creation of Conservation Areas as territorial units for the management of resources has allowed the establishment of conservation programs that go beyond the limits of the protected areas, having the neighboring communities as major players. Rio Grande do Sul, as well as the majority of the Brazilian states, does not have the necessary resources (neither financial nor in workforce) and still is in search of a development model that reconcile the conservation of the gaucha diversity. This work aimed at knowing both Costa Rica and Rio Grande do Sul conservation systems and to make suggestions that may contribute for the improvement of the State Conservation Units System. The Ministry of Environment of Costa Rica and the State Department of Environment of Rio Grande do Sul were visited aiming to collect information about both systems by means of informal conversation with technicians and managers. Having public policies that value and highlight the environment, the empowerment of rural communities located around the Conservation Units, adding value to their activities for being within the buffering zone of the Conservation Units, protects them even more. All of this, added to an effective decentralized financial system, as well as a good bioprospection system, shows that if Rio Grande do Sul adapts this model to its reality, it can make the State System of Conservation Units effectively viable.
metadata.dc.contributor.advisor: Cademartori, Cristina Vargas
metadata.dc.contributor.advisorco: Forneck, Eduardo Dias
Appears in Collections:Dissertação (Avaliação de Impactos Ambientais)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
lsgonçalves.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.