Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/581
Authors: Lima, Magnos Luis de
Title: Periferia urbana de Viamão e políticas públicas educacionais: reflexões a partir de falas juvenis
Keywords: Juventude;Periferias;Educação em periferias urbanas;Violência;Trabalho;Políticas públicas educacionais
Issue Date: 2010
Publisher: Centro Universitário La Salle
Abstract: Nos últimos anos, o poder público, e algumas Organizações Não-Governamentais, vem demonstrando, através de programas compensatórios, vontade de melhorar a condição das juventudes brasileiras. Esses programas, na sua maioria, são propostas baseadas numa espécie de representação do adulto sobre os jovens, principalmente sobre os jovens de periferia urbana; os jovens pobres, sobre os quais ao longo dos anos, foram criados diversos estereótipos. Faz-se necessário, portanto, ampliar o entendimento sobre essa juventude, em particular, a do jovem “vileiro” (como é chamado o jovem que reside nas áreas sub-urbanizadas do Rio Grande do Sul), identificando suas necessidades prioritárias. Também é importante verificar a eficácia das ações governamentais destinadas a essa camada da população. A dissertação apresenta os resultados de uma pesquisa, utilizando o instrumento do grupo focal, realizada com jovens estudantes e residentes em uma periferia de Viamão, Rio Grande do Sul. A pesquisa teve como principal objetivo ouvir o que os jovens têm a dizer sobre a vida na periferia, identificando como definem as suas necessidades a partir do diálogo em grupo. Esta escuta forneceu subsídios para a discussão a respeito das políticas públicas para a juventude, em geral e, em especial, a política de atendimento educacional da juventude. Desse modo, analisar como essa política pretende, de fato, atender às necessidades percebidas pelos próprios jovens, propondo algumas possibilidades críticas para a reflexão pedagógica sobre essas políticas.
In recent years, the government, together with Non-Governmental Organizations, have been showing through their compensation programs, they wat to improve the condition of the young Brazilian. These programs, mostly, are proposed based on a kind of representation on the young adult, especially on young people from suburbs, especially on poor youngsters, on which over the years, have created various stereotypes. It´s necessary, therefore, increase understanding about this youth in particular, the young "vileiros" (as it is called the young man who resides in the sub-urbanized areas of Rio Grande do Sul), identifying their priority needs. It is also important to check the effectiveness of government actions aimed at this population group. Therefore, this dissertation presents the results of a search using the instrument of the focus group held with students and residents in a suburb of Viamão, Rio Grande do Sul. The research aimed to listen to what young people have to say about life on the periphery, identifying how they define their needs from the group dialogue. This hearing provided subsidies to the discussion about public policies for youth in general and in particular the politics of educational service of youth. Thus, this policy seeks to analyze how it would actually meet the needs perceived by young people themselves, offering some critical possibilities for pedagogical reflection on these policies.
metadata.dc.contributor.advisor: Pauly, Evaldo Luis
Appears in Collections:Dissertação (Educação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mllima.pdf629.2 kBpdfView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.